Informática de Gestão

DR, 2ª Série, Nº 135, de 16 de julho de 2018, Anúncio nº 120/2018.

PROVA DE INGRESSO

A seguinte prova:

  • 16-Matemática

Um Licenciado em Informática de Gestão é um profissional multi-facetado, com um papel fundamental de intermediação entre as necessidades da Gestão empresarial e os Sistemas de Informação (SI) que lhe servem de suporte.

Preparado para estabelecer a ponte entre a Gestão e a Informática, é um candidato natural às Direcções de Sistemas de Informação, jogando nesse ambiente o seu papel central de elemento de ligação entre a Direcção da Empresa e os tecnólogos.

Profundo conhecedor das metodologias de Gestão e de Projecto de SI, o Licenciado em Informática de Gestão tem o perfil adequado para as funções de Consultoria e Auditoria de Gestão, Direcção de Projectos de desenvolvimento de SI para apoio às actividades de Gestão.

A sua cultura multi-facetada coloca-o numa posição privilegiada para ser o motor da evolução tecnológica das organizações, fornecendo as perspectivas e as soluções adequadas às aspirações de modernidade das organizações em que venha a intervir.

É por excelência o promotor e Gestor da Mudança nas organizações.

D.R. Acreditado pela A3ES, em 25/11/2014.

Esta licenciatura está abrangida pela Campanha “Seleção gradUAL”.

Despacho de autorização ministerial

  • Despacho n.º 9957-AL/2007, de 18 de Abril, publicado no Diário da República, 2ª série – N.º 103 – 29 de Maio de 2007. Registado com o nº R/B-AD-552/2006.
  • Adequação do curso de licenciatura em Informática de Gestão ministrado pela Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões ao 1.º ciclo de estudos conducentes ao grau de licenciado em Informática de Gestão — Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março.

    Plano Curricular

    • Introdução aos computadores e à programação: parte histórica e técnica;
    • Modelos Imperativo, Funcional, Lógico, Orientado por objectos, Paralelo. Linguagens de Programação. Noções de Algoritmo e Programa. Programação Imperativa Directa. Algoritmia. Fluxogramas, Pseudocódigo e linguagem algoritmica EXEL;
    • Atribuição, selecção e iteração;
    • Introdução à Linguagem C: Estrutura, Vocabulário, Regras de escrita de programas em C, variáveis e funções.
    • Algoritmos iterativos; estruturas de dados: vectores e matrizes;
    • Linguagem C: Bibliotecas, tipos de dados; operadores e expressões; instruções; operações de I/O; Instruções de selecção: instrução-if, instrução-switch; Instruções de repetição: instrução-while, instrução-do, instrução for; instruções de interrupção: instrução-break, instrução-continue. Strings como vectores de caracteres); Funções; Conversão de tipos; Operadores * e &; Estruturas; Array de estruturas. Ficheiros texto; Ficheiros binários;
    • Programação Recursiva.

    Matemática I
    6 ECTS

    Fornecer aos alunos uma formação básica em Análise Matemática. Conferir competências ao nível das técnicas de cálculo.
    Análise completa de funções reais de variável real. Cálculo integral. Estudo de sucessões e séries.
    A Análise Matemática tem como principal objetivo a aquisição, pelos discentes, de capacidades e competências ao nível das técnicas de cálculo. É dado particular ênfase à análise real e ao estudo de sucessões e séries.

    Definem-se os seguintes objetivos específicos:

    • Dominar o estudo de funções reais;
    • Conhecer e aplicar métodos de integração e sua aplicação a problemas reais;
    • Estudar sucessões numéricas;
    • Conhecer alguns tipos de séries numéricas.

    • Introduzir o estudante no âmbito da Economia como disciplina científica com o fim de compreender como actuam consumidores e produtores;
    • Que os estudantes fiquem a compreender o funcionamento dos mercados;
    • Que os estudantes adquiram os conhecimentos básicos de microeconomia, de modo a que compreendam a economia do ponto de vista do agente económico;
    • Dotar os alunos de conhecimentos da análise económica do direito.

    • Apresentar e fazer compreender a necessidade da modelação de dados no contexto dos Sistemas de Informação e o processo de desenvolvimento com a concepção de bases de dados;
    • Apresentar conceitos genéricos de sistemas de bases de dados relacionais;
    • Descrever o processo de modelação de dados (usando o modelo Entidade-Relacionamento e o modelo relacional).

    • Evolução da teoria da gestão;
    • A Gestão e o Ambiente;
    • Gerir trabalhos e organizações;
    • Gerir pessoas nas organizações. Liderança;
    • Gerir o marketing;
    • Gerir a área financeira da empresa;
    • Gerir a produção e as operações;
    • O Planeamento e o controlo de gestão;
    • Planeamento e gestão de carreiras;
    • A gestão para o século XXI.

    • C#: Classes, Atributos, Métodos e Construtores; Classes Abstractas; Objectos e sua instanciação; Propriedades;
    • C#: Classes base: Object, String, Collections. Genéricos. Ficheiros e Streams. Ficheiros texto e binários. Serialização de Objetos;
    • Algoritmos e Estruturas de dados. Dados e Algoritmos. Complexidade dos Algoritmos. Resolução de um Problema e escolha do Algoritmo;
    • Algoritmos de Ordenação e sua análise:” Bublle-sort”, “Selection-sort”, “Insertion-sort”, “Merge-sort” e “Quick-sort”; Implementação em C#;
    • Listas. C#: Queue e Stack;
    • Procura Sequencial e Binária, algoritmos e sua análise. Implementação em C#;
    • Mapas e Tabelas de dispersão (Dicionários e Hash-tables). Classes em C#;
    • Árvores. Árvores BST. Operações. Implementação em C#. Árvores AVL.Operações Implementação em C#;
    • Grafos. Definições. Operações. Representação de grafos: matriz de adjacência e lista de adjacência. Algoritmos: Depth-first search, Breadth-first search, Minimum spanning tree, Shorted path. C#: Implementação em C#.

    • Noções básicas sobre codificação de informação: Sistemas de numeração, conversão de bases; aritmética nas bases 2, 8 e 16; Representação de inteiros negativos em complemento para 2; Códigos numéricos e alfanuméricos;
    • Circuitos básicos do hardware de um computador: Circuitos combinatórios: circuitos aritméticos, portas de terceiro-estado, memória ROM (Read-Only Memory); Circuitos sequenciais: registos e memória RAM (Random Access Memory);
    • Computadores, microprocessadores e programação em Assembly: Arquitecturas de Harvard e de Von Neumann; Unidade Central de Processamento; estrutura interna; Conjunto de instruções; Microprocessadores CISC (Complete Instruction Set Computer) e RISC (Reduced Instruction Set Computer); Ciclo Busca-Execução; Modos de endereçamento; estruturas da programação procedimental; estruturas da programação procedimental: Subrotinas. O ponteiro de pilha; Interrupções e DMA (Direct Memory Access); organização da memória e dos periféricos num computador.

    • Desenvolver conhecimento e criar competências no domínio do Cálculo Económico e Empresarial;
    • Saber calcular juros em diversos regimes de capitalização;
    • Saber calcular equivalências de capitais, rendas e encargos de empréstimos;
    • Saber calcular e interpretar indicadores de rendibilidade empresarial.

    • Generalizar o estudo de funções de variável real a funções com mais do que uma variável, desenvolvendo os métodos de representação e de visualização no espaço tridimensional;
    • Estender a teoria do cálculo diferencial em R a funções com mais de uma variável, com vista à optimização dessas funções;
    • Desenvolver as técnicas de integração em dimensões superiores a 1, com especial ênfase ao cálculo de volumes, áreas e aos teoremas de Stokes e de Gauss, fundamentais ao estudo do electromagnetismo;
    • Iniciar o estudo da Álgebra Linear através de matrizes e do algoritmo clássico para resolução de sistemas de equações lineares;
    • Desenvolver o estudo abstracto dos espaços e transformações lineares, e estudar a aplicação da Álgebra Linear à resolução de sistemas de equações diferenciais lineares.

    Gerais:

    • Adquirir os conhecimentos fundamentais da ciência contabilística e a sua aplicação na preparação das demonstrações financeiras singulares de entidades económicas.

    Específicos:

    • Compreender os objectivos da Contabilidade financeira;
    • Conhecer a estrutura conceptual que deve estar subjacente à preparação da informação financeira;
    • Conhecer os instrumentos de normalização contabilística nacional;
    • Entender a importância das características da informação financeira;
    • Compreender o ciclo contabilístico e a sua relação com os mapas que compõem as demonstrações financeiras;
    • Dominar a contabilização das operações e transacções correntes;
    • Conhecer as exigências legais aplicáveis desde a preparação até à divulgação das contas anuais das entidades.

    • Saber analisar o ciclo de operações, na perspectiva da abordagem sistémica;
    • Saber relacionar organização, gestão de processos e tecnologias;
    • Saber planear a logística das operações;
    • Saber utilizar a inovação como modelo de gestão.

    • Definição de Análise de Sistemas e suas várias categorias;
    • Descrever as diversas estruturas e tipos de transacções, modelos, bem como os seus benefícios para as organizações, consumidores e sociedade e suas limitações.

    • Conhecimento da organização económica e social;
    • Estudo da ordem jurídica da economia;
    • Relevância da ordem económica comunitária;
    • Relevância da ordem económica constitucional;
    • Análise do acervo constitutivo do Direito Económico;
    • Aquisição de conhecimentos ao nível do sistema e do regime económico;
    • Estudo dos direitos e deveres económicos ao nível comunitário e constitucional;
    • Domínio da CRP ao nível da organização económica;
    • Estudo aprofundado do direito do mercado: concorrência, consumidores e publicidade;
    • Estudo de vários modelos de contratos económicos.

    • Programação orientada a objectos: Conceito de Classes, encapsulamento, visibilidade de atributos e métodos: modificadores e regras;
    • Estrutura de uma Classe: atributos, construtores, métodos (da instância – não static e da classe – static);
    • Criação de packages e utilização dos packages do Java;
      – O conceito de overload de construtores e métodos e quais as respectivas vantagens;
    • Herança simples e múltiplas: estrutura de um interface e vantagens de utilização;
    • O conceito de override e da instrução super;
    • Polimorfismo;
    • As instruções do Java para controlo de erros recuperáveis: try, catch, finally, throw e throws;
    • Bibliotecas de manipulação de ficheiros. Necessidade do interface Serializable;
    • O Java e as bases de dados: JDBC;
    • Bibliotecas de criação de ambientes gráficos (GUI): O Swing;
    • Diagrama de classes em UML.

    Proporcionar uma panorâmica geral e coerente sobre as arquitecturas de rede disponíveis. Nestas condições, são introduzidos conceitos básicos acerca de transmissão e comunicação de informação, descritos modelos de referência como o OSI e TCP/IP. As arquitecturas analisadas serão ilustradas com a apresentação das tecnologias Ethernet, Token Ring, FDDI e exemplos práticos de construção de redes locais e alargadas.

    Estatística
    6 ECTS

    A unidade curricular de Estatística, integrada na área científica da Matemática, tem como principal objectivo a aquisição, pelos discentes, de capacidades e competências que lhes permitam resolver problemas básicos no registo, análise, representação e interpretação de dados estatísticos, bem como utilizar a teoria geral da probabilidade como ferramenta de aferição da inferência estatística, em previsão de modelos de processos decisórios.

    • Introdução: Arquitectura de um sistema computacional; Sistemas Operativos Objectivos; Classificação de sistemas; Estrutura dos SO’s;
    • Gestão de processos: Processos; Threads; Escalonamento do CPU; Comunicação entre processos (IPCs);
      Sincronização entre processos;
    • Sistemas de ficheiros e Entrada/Saída;
    • Gestão de memória: Memória principal: paginação, segmentação; Memória virtual.

    • Ordem económica, ordem jurídica e ordem jurídica da economia;
    • Objectivos económicos da UE – linhas gerais; as liberdades económicas;
    • Direitos e deveres económicos na CRP;
    • Conceitos de agente económico, iniciativa económica e propriedade privada;
    • Princípios constitucionais da organização económica;
    • A intervenção do Estado na economia: intervenção directa e indirecta;
    • O conceito de regulação económica;
    • Os sectores de propriedade dos meios de produção;
    • As políticas económicas (agrícola, comercial e industrial);
    • A defesa da concorrência;
    • A defesa do consumidor;
    • As normas sobre publicidade;
    • Os contratos económicos;
    • A regulação do sector financeiro;
    • A regulação do sector energético;
    • A regulação das telecomunicações.

    • O contexto da Engenharia de Software;
    • Problemas no desenvolvimento de Sistemas de Informação;
    • Conceitos relacionados com a disciplina de Engenharia Software;
    • Visão geral de modelos de Processos de desenvolvimento de Sistemas de Informação;
    • Principais actividades dos Processos de desenvolvimento de Sistemas de Informação;
    • Metodologias ágeis;
    • Exemplos de Processos e metodologias: Rational Unified Process, Iconix, XP, Scrum;
    • Conceitos relacionados com Engenharia de Requisitos;
    • Fases e Técnicas da Engenharia de Requisitos;
    • Técnicas de Especificação de Requisitos;
    • Modelação de Sistemas de Informação;
    • Linguagem de Modelação em UML.

    • Adquirir os métodos e os conceitos que conduzem a uma gestão efectiva e eficiente dos sistemas distribuídos heterogéneos;
    • Aprofundar conhecimentos adquiridos na área de sistemas e redes;
    • Manipular ferramentas de gestão de sistemas e redes do ponto de vista de monitorização e alarmística;
    • Dotar os alunos de conhecimentos adequados para a elaboração de planos de implementação e monitorização de uma rede de sistemas;
    • Introduzir os alunos às boas práticas (standards) de governação;
    • Compreender e desenvolver competências no âmbito da gestão de sistemas de informação e nas redes.

    • Compreensão do papel dos Projectos e da Gestão de Projectos nas organizações;
    • Familiarização com as principais ferramentas e técnicas utilizadas na Gestão de Projectos;
    • Aprendizagem do standard de Gestão de Projectos baseada no PMBOK Guide;
    • Aprendizagem dos Grupos de Processos dos Projectos;
    • Aprendizagem das Áreas de Conhecimento Chave da Gestão de Projectos;
    • Aprendizagem das Áreas de Conhecimento de Suporte à Gestão de Projectos;
    • Aprendizagem das técnicas de Planeamento, definição do âmbito dos Projectos e estimativa de custos;
    • Familiarização com o Earned Value Management;
    • Utilização do MS Project nas diferentes componentes de um projecto, fases, actividades, tarefas, sub-tarefas, milestones, restrições e calendários.

    A disciplina analisa os algoritmos mais conhecidos e as suas aplicações à resolução de problemas.

    O principal foco é na racionalização com conhecimento através de representações de lógicas Proposicional e de 1ª ordem, utilização de métodos estruturados para tomada de decisões automatizada, com modelos probabilísticos e inferências daí resultantes.

    Após conclusão da disciplina os alunos deverão ter adquirido competências nos seguintes âmbitos:

    • Identificação dos vários tipos de agentes inteligentes;
    • Conhecimento dos principais algoritmos utilizados em pesquisa;
    • Métodos de representação do conhecimento mais divulgados;
    • Tomada de decisões em situações de incerteza;
    • Aprendizagem com a experiência.

    • Rever e precisar conceitos relacionados com a elaboração de Projectos, pesquisa e referência bibliográfica;
    • Promover a aplicação de matérias aprendidas no curso e fomentar o estudo de novas tecnologias para aplicação prática na implementação de um Projecto;
    • Incentivam-se colaborações com Empresas e outras Organizações, em particular, com fins não lucrativos (Associações culturais, desportivas ou de apoio social) que resultem no desenvolvimento de aplicações que utilizem as tecnologias de informação, privilegiando as novas tecnologias e soluções inovadoras, que sejam uma mais valia para estas Organizações e de experiência de Projecto real adquirida pelos alunos;
    • Nos projectos Teórico-Práticos pretende-se que o aluno adquira novas competências no conhecimento ou aprofundamento de temas do âmbito dos seus cursos, privilegiando a apresentação de “case-studies” e apresentando obrigatoriamente uma implementação prática no domínio estudado.

    • Promover a aquisição integrada de conhecimentos básicos de conceitos e mecanismos de Segurança em Sistemas Informáticos e Sistemas de Informação, proporcionando uma compreensão analítica e estratégica da sua problemática da segurança;
    • Estudar vulnerabilidades de sistemas de informação ligados por redes informáticas e a possibilidade de soluções de segurança.

    Fiscalidade
    5 ECTS

    • Introdução à teoria dos impostos e dos sistemas fiscais;
    • O sistema fiscal português: caracterização geral;
    • A constituição fiscal: princípios e normas constitucionais que regem o sistema fiscal;
    • Panorama geral dos impostos sobre o rendimento, o consumo e o património;
    • Direitos e deveres dos contribuintes;
    • Benefícios, garantias e penalidades: Lei Geral Tributária, Infracções fiscais não aduaneiras e estatutos dos benefícios fiscais.

    Finanças
    5 ECTS

    • Promover a aquisição aprofundada e integrada conhecimentos básicos sobre um conjunto de conceitos e de instrumentos de gestão que são indispensáveis ao funcionamento da área financeira;
    • Alcançar um acentuado nível de entendimento sobre a prática de métodos e técnicas que possibilitem a compreensão das relações financeiras das organizações com outros agentes económicos.

    Profª. Doutora Ana Maria Lourenço Quaresma

    Prof. Doutor António Pedro Ferreira

    Prof. Doutor Arlindo Donário

    Prof. Doutor Joaquim Viana

    Prof. Doutor Marco Costa

    Prof. Doutor Ruben Bahamonde